Como fortalecer o sistema imunológico?


Em tempos de pandemia nossas redes sociais fervilharam com receitas caseiras para matar um vírus que nem a ciência havia conseguido desvendar. Desde água com alho a inúmeros chás com limão, gengibre e mel que em geral são porretas para gripes fortes, porém que ainda são desconhecidos na cura do covid-19. Mesmo que ainda não hajam receitas de vovó para curar esses vírus e fazer os sintomas da doença desaparecerem como mágica, nunca é uma hora ruim para fortalecer nosso sistema imunológico. 

No seu círculo social você deve conhecer pelo menos meia dúzia de pessoas que alegam ter um sistema imunológico ruim. Aquelas pessoas que quando expostas a um ventinho sul já ficam gripadas, que tem amigdalite a cada duas semanas e que não podem ouvir falar em virose que pegam com facilidade. Para as avós, essas pessoas são “delicadas” demais e com certeza já foram submetidas a várias receitas caseiras e seguiram dicas mirabolantes ouvidas de amigos e conhecidos. Aumentar a imunidade é uma necessidade de todas as gerações e para isso não bastam apenas receitas caseiras, mas uma boa mudança de hábitos.

Primeiro aprenda a identificar quando seu sistema imune está fraco. Ele é composto pela porção branca do sangue que é responsável pela produção de anticorpos sempre que nossos organismo é exposto a um corpo estranho (vírus e bactérias). Outros mecanismos de defesa são a própria pele e a secreção ácida do estômago. Um sistema imune enfraquecido expõe a pessoa a doenças com bastante frequência gerando gripes, resfriados, herpes e viroses. Nesse caso o seu corpo não está conseguindo produzir as células de defesa de forma eficiente. Além de estar sempre doente a pessoa apresenta cansaço, febre, quedas de cabelo e doenças simples que se agravam com facilidade.

Para aumentar a imunidade a questão mais recomendada é a prática de hábitos saudáveis. Manter uma alimentação balanceada e uma rotina alimentar são essenciais, ou seja é preciso suprir as necessidades nutricionais do corpo para manter boa saúde e as células de defesa ativas. É recomendado consumir alimentos com bastante vitamina C, vitamina A, vitamina E, vitamina D, ômega 3, ácido fólico, própolis e zinco.

Faça exercícios físicos diariamente. Manter o corpo ativo estabelece uma comunicação entre o sistema nervoso, endócrino e imunológico e assim se reduzem as chances de doenças cardiovasculares, problemas respiratórios e digestivos. Evite o uso desnecessário de medicamentos, pois eles podem afetar os anticorpos, ou seja, só utilize medicamentos em caso de dor extrema ou necessidade médica. Tenha boas noites de sono. Assim como é necessário manter o corpo ativo também é preciso dar a ele o período de descanso necessário, para que a energia seja vigorada e os hormônios sejam liberados para equilibrar o corpo.

Elimine os maus hábitos da sua vida, além de viciantes, eles são um perigo para o seu corpo e sistema imunológico. As receitinhas caseiras das avós podem ser uma grande solução, mas a mudança de hábitos, será sempre a melhor saída.


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS