Do outro lado do mundo


Novas experiências, mais aprendizados e novos negócios. É isso que o empresário Jair Ferreira de Almeida Jr., das empresas Conidiscs, Mecpaper e Brasett, de Fraiburgo, busca em suas viagens nacionais ou internacionais. Com mente aberta e olhos atentos, o empresário do ramo industrial sabe quais as feiras são os melhores eventos para expor seus produtos e serviços e ampliar seu networking. Em sua última viagem à China, aproveitou para aprender.

 

Que tipo de contribuições a viagem trouxe para o seu dia a dia?

Acredito que ao sair da sua zona de conforto em busca de algo novo já contribui positivamente para o negócio. Qualquer cultura nova com que tenhamos algum contato, nos deixa ensinamentos. Com os americanos você aprende a não perder tempo, agir rápido e ir direto ao ponto. Já com os chineses, por exemplo, você aprende a ter calma e paciência para criar empatia com a pessoa que você está negociando, ser pontual e detalhista. Este tipo de experiência me ajudou a entender melhor a expectativa do cliente quanto ao nosso produto. Hoje temos algumas vendas importantes para o mercado Asiático e a atenção aos detalhes foi primordial para o sucesso.

 

O que você precisou mudar na sua empresa para atender as exigências do mercado externo?

Nossa empresa precisou ser reinventada quase que por completo. Além de maquinas e equipamentos mais confiáveis e modernos, tivemos que fazer todo um trabalho de estruturação interna a fim de atender as exigências do mercado consumidor. Algumas mudanças foram: padronização de produtos, pois qualquer desvio pode ser fatal, rastreabilidade total da matéria-prima e mão de obra utilizada na produção; robustez de produção; formação de equipes mais competitivas e integradas com o modelo de negócio; atendimento aos prazos com rigor; promoção de profissionalização interna através de treinamentos e workshops; e um controle rigoroso dos custos industriais.

 

Que dicas você daria para quem realiza viagens como esta?

Estar disposto e motivado logo no início da viagem para não deixar seu corpo ser afetado pelo fuso horário de 10h é uma das primeiras coisas a fazer. Ter em mente que cada momento pode ser uma oportunidade para conhecer algo novo e ou fazer um contato com uma pessoa que possa ser importante para o seu negócio. Procurar manter o foco e atenção nos detalhes das coisas que terá a oportunidade de ver para que essas informações possam ajudar de alguma forma.

No caso específico da China, procurar ir com alguém que já tenha experiência. A cultura deles é muito diferente da nossa. Gastronomia em qualquer outro país é complicada. Eu tive a sorte de viajar com quem já conhecia o local e pudemos desfrutar da gastronomia internacional. No quesito segurança também é importante estar com pessoas que já tenham o mínimo de conhecimento das regiões que serão visitadas. E por fim, uma pessoa que possua contatos, economiza tempo procurando empresas fornecedoras.


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS