Quem é meu público?


Você já deve ter ouvido falar por aí frases como: “Quem faz o negócio, é o cliente” e o “cliente tem sempre razão”. E deve ter se perguntado muitas vezes quem seria esse tal de cliente e como faz-se para defini-lo. Mal sabe-se que que o cliente é quem define o negócio, quem direciona suas ações e o seu real sucesso. E você sabe como definir seu público-alvo? Sabe porque eles buscam o seu negócio e como fideliza-los? Vem aprender com a gente a importância que seu público exerce sobre o seu negócio.

 

Quando tive a ideia para esta matéria estava em um momento inusitado. No meio de uma festa Country com um público jovem de 18 a 35 anos em média, onde só tocou modão de viola. Os rostos ao meu redor pareciam extremante entediados suplicando por um sertanejo universitário ou funk. Lembro de ter pensado: “Os idealizadores, foram certeiros quando resolveram tocar música sertaneja em uma festa country, nada mais justo”, porém olhando ao meu redor e analisando o público percebi que foi um “tiro no pé”. “Mas as músicas não eram condizentes com a festa? ” Exato. “Então por que não agradou? ”, é simples: esse público não busca essas músicas em festas.

Consegue compreender como o estudo do público faz toda a diferença no sucesso ou fracasso de uma festa? Então pensa a diferença enorme que isso não faz, quando aplicado em um negócio. Para solidificar um negócio o atendimento e o engajamento do público é crucial, afinal de contas são essas pessoas que devem ser alcançadas através das iniciativas de marketing, porque são consideradas as figuras principais de um planejamento estratégico.

Nós já falamos por aqui algumas vezes, sobre o público-alvo e sua relevância, mas é válido relembrar. A definição de público-alvo não é difícil de compreender, no marketing e nos negócios se classifica como o termo utilizado para definir a fatia demográfica mais propensa a se interessar por aquilo que a empresa vende. E pelo que se consiste em essa fatia demográfica?

Na definição do público avaliam-se questões básicas como: Idade, sexo, classe social, atrelados aos gostos de cada percentual de pessoas, seus níveis de interesse, escolaridade e meios de comunicação que utilizam.

Não fique confuso pensando que sua empresa não pode possuir diversos tipos de público, é impossível uma loja de móveis por exemplo, possuir um tipo específico de público. Vale lembrar que quando o público é muito abrangente deve ser compreensível a todos, quanto mais clara e direta, mais efeito surtirá.

Compreender a importância da definição do público-alvo para a empresa independente da área de atuação, faz com que o empresário ganhe muito com isso, afinal para que as pessoas adquiram aquilo que você vende, elas precisam se relacionar com o posicionamento e a mensagem da marca e isso faz-se definindo o planejamento estratégico e de marketing.

Quando você compreende de forma exata as preocupações, vontades, as chances de obter resultados positivos e de a empresa crescer são muito maiores. A interação com o cliente e compreensão dele como ser humano, humaniza a marca e assim criam-se laços e estabelecem-se conexões pessoais gerando a conquista e a confiança do consumidor.


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS