A força das palavras


As palavras sempre fizeram parte da sua vida. Ele as transmite com carinho a pessoas que buscam acalentar seus corações e sossegar suas mentes com a palavra de Deus. O gosto pelas palavras tomou forma e deixou apenas de ser fala, para transformar-se em escrita. Uma escrita feita com precisão para levar conforto e fazer com que as pessoas repensem suas atitudes e o momento em que vivem. O Padre Deolino P. Baldissera, compartilhou com a Êxito, sua paixão pela escrita. 

Êxito: Como você começou a escrever?

Pe. Deolino: Sempre gostei de escrever, mas a ideia de publicar um livro nunca tinha se passado pela minha cabeça. Em uma ocasião estava em um encontro internacional na Áustria e lá eu tinha bastante tempo livre, naquela ocasião tive um estalo. Disse para mim mesmo, “vou escrever um livro!” E lá comecei a escrever meu primeiro livro, ao qual dei o nome de: De quem sou eu para quem sou. Ele foi editado pela editora Paulinas em 1999 e reeditado várias vezes. Foi traduzido para o espanhol com o título: Quién Soy Yo? (Paulinas – 1999).

Êxito: Que dicas você daria para quem deseja escrever um livro?

Pe. Deolino: Eu diria que o importante é começar. Eu tenho por princípio que: Aquilo que posso fazer, faço-o pensando que possa ser útil a alguém. Não importa o número, se uma pessoa se beneficiar, já valeu a pena. Não há muito segredo para escrever um livro, basta ter um assunto e desenvolvê-lo. Claro que precisa gostar de fazer isso e dedicar-se, porque exige tempo. Por isso é importante fazer um rascunho, rever, corrigir e assim aos poucos o trabalho vai ganhando forma. 

Êxito: Quais livros já escreveu? Sobre o que se tratam suas obras?

Pe. Deolino: Escrevi 10 livros até agora e outros em parceria com outros autores. Escrevei para várias revistas e artigos para jornais. Os livros que escrevi foram: De quem sou para quem sou (Paulinas, 1999 – Reimpressão, 2007) Sou o que faço de minha história (Paulinas, 2002), acompanhamento personalizado (Paulinas, 2002), identidade vocacional (Lulu. com 2010), P. Jordan um inspirador (Lulu.com 2011), Navegando em reflexões sobre a vida (Cultor do Livro, 2011), Palavras chaves e representação psíquica de Deus (Lulu.Com, 2014), Serviço de escuta (Paulinas, 2005), Conhecer-se um desafio, Paulinas, 2015 e Conheça a igreja matriz Imaculada Conceição (2019). E em conjunto com outro autores: Memórias em tempos de mudanças (Clube dos autores, 2016), Ecos de um paroquiato da história de videira (Gráfica e editora Blumen LTDA, 2018), Tendências homossexuais em seminários e re- ligiosos – visão psicoterapêutica e pedagógica ( Loyola, 2011), Análise institucional na vida religiosa consagrada (Publicações CRB, 2005).

Êxito:Por que publicar um livro?

Pe.Deolino: O livro é uma contribuição para a cultura. É uma forma de se fazer presente e atuar como um agente transformador no progresso das ciências. É contribuir para o enriquecimento humano.

Êxito:Podemos esperar outros lançamentos?

Pe.Deolino: Já tenho um no prelo, espero que esteja pronto dentro de poucas semanas. Vai chamar-se: Inquietações – reflexões sobre a vida cotidiana. É uma narrativa que inclui o tempo de pandemia. Já estou pensando em um próximo, enquanto der e tiver inspiração, vou escrevendo.

 


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS