Adeodato: o homem que fugiu do inferno


Adeodato é um sobrevivente em fuga. Primeiro fugiu da desconfiança, depois do exército. Fugiu da fome, depois da morte. Quando a Guerra do Contestado terminou, Adeodato fugiu do inferno dos redutos incendiados para tentar sobreviver mais uma vez. Em seu enredo de ficção histórica, Nilson Cesar Fraga convida a conhecer um Adeodato humanizado que apresenta o desenrolar da Guerra sob sua ótica, em uma noite à beira da fogueira no centro da floresta de araucárias.

 

"A guerra acabou. Não me sigam mais". Foi isso que Adeodato disse aos companheiros antes de partir para o interior da floresta, onde fugiria durante quase um ano. No hiato entre a partida e o julgamento, Nilson Cesar Fraga convida o leitor a acompanhar uma noite de vigílias, pesadelos e reflexões do Flagelo de Deus no sertão Contestado.

 

Compre seu e-book na pré-venda e receba em primeira mão no dia 31/10 - https://is.gd/NilsonCesarFraga

.


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS