Um elogio para Morgana - Morgana Feijão


Elogio. Discurso em favor ou em louvou a alguém. Você já pensou no que poderia dizer sobre as pessoas que te cercam? E sobre as figuras que impulsionam a sua vivência. Quem pensou nisso foi a advogada e graduanda em Letras, Morgana de Melo Feijão de Nogueira Fernandes, que publicou o conto “três elogios” com a Êxito em 2020. Com um texto profundo e cheio de reflexões, os três elogios de Morgana dialogam com personalidades fundamentais para o cristianismo e falam, ainda, muito sobre nós mesmos.

 

Êxito: Como você começou a escrever?

Morgana: Sinto que sempre escrevi: eu era uma criança muito imaginativa, sempre criando histórias. Geralmente, elas que derivavam de algo que eu estava lendo no momento. Mas posso usar como marco algo que aconteceu quando eu tinha seis anos, na primeira série. Tínhamos que fazer uma redação e lembro que escrevi uma história sobre um castelo encantado que foi publicada na coluna infantil do Diário do Nordeste. Agora é fácil apontar esse momento como o momento definidor, mas na época foi apenas algo tão mágico quanto um castelo encantado! Alguns anos depois, na terceira ou na quarta série, outra professora pediu para ler uma redação (sobre dia dos pais) para a turma, sem identificar quem tinha escrito… e qual minha surpresa quando ela começou a ler as minhas palavras!

Então posso dizer que desde a infância, escrever e criar histórias foram coisas muito próximas a mim, principalmente porque a leitura sempre foi minha atividade preferida.

 

Êxito: O que te inspirou para escrever “três elogios”?

Morgana: Tive uma cadeira na faculdade, ministrada pela maravilhosa professora Luciana Barreto, cujo último trabalho era escrever um conto livremente inspirado em algum dos inúmeros contos que havíamos lido no semestre. O que eu escolhi foi “Maria Madalena ou a Salvação”, do livro “Fogos”, de Marguerite Yourcenar. O foco, é lógico, é Maria Madalena e sua paixão por Jesus. Quis enfocar no sentimento de Judas por Jesus… Desde criança, ouvi meu pai dizer que Judas havia sido o mais leal dos apóstolos: ao sacrificar sua honra para toda a eternidade, deu a Jesus a força que ele precisava para ser Deus. Resolvi juntar as duas coisas: uma paixão por Jesus, misturada ao medo e à lealdade, e a ideia de que é por meio desse sacrifício conjunto dos dois que Jesus se torna quem ele deveria ser.

Três Elogios

Três elogios está disponível na Amazon

https://is.gd/morganafeijao

 

Ficaria por isso mesmo, se um dia não tivesse resolvido acompanhar minha mãe numa missa… Não sou religiosa, mas gosto de ver como a interpretação da palavra é exposta. E nesse dia, o padre leu justamente o trecho em que um profeta diz a Maria que uma espada transpassaria sua alma. Fiquei com essas palavras na cabeça e no coração. Que coisa mais forte de se falar a uma mãe que sabe que está criando seu filho para o sacrifício…

Escrevi, então, o elogio à Maria. E depois, para o grande final, como não usar Jesus, a figura mais solitária de todas?

 

Êxito: Que dicas você daria para quem deseja escrever um livro?

Morgana: Não seja como eu! Hahaha. Meu problema é que eu quero escrever e editar simultaneamente. Apenas escreva (estou dando essa dica para mim mesma). Mas o principal, e o único conselho que eu deveria dar, é: escreva o que você quer ler. Escreva a história que você sempre quis ver. Coloque nela os elementos que você sempre sonhou. É óbvio que escrevemos para que outras pessoas leiam, mas a maior satisfação que podemos ter é saber que colocamos nossa alma, nossos gostos e nossas vontades em uma história.

 

Êxito: Podemos esperar outros lançamentos?

Morgana: Assim espero! Tenho algumas várias ideias, uma delas que me é muito cara… Espero colocá-las no papel e depois, no mundo.


COMENTÁRIOS