O desperdício atrasa

Este é um tempo em que poucas coisas nos sobram. Sobram notícias, informações, conteúdo. Falta, sobretudo, tempo. E no tempo que não temos acumulamos coisas para fazer porque é difícil aceitar que o ócio é necessário depois que incorporamos a ideia de que "alguém está estudando enquanto você dorme" ou de que descansar é sinônimo de perder oportunidades. A produtividade descontrolada, tal como o consumo desenfreado cobra seu preço

Com recheio, com afeto

Se você morou em Videira nos últimos 30 anos, certamente já comeu algum dos bolos feitos pela Dona Íris Schafer De Martini. E se não foi um bolo, pode ter sido um salgadinho de festa, uma cuca ou um pão.

Logística reversa: consciência para o descarte de resíduos

A história da humanidade é marcada por um crescente consumo de produtos. Mais e mais se cria e compra. Essa conta gera alguns problemas que a cada dia se agrava: a produção de lixo e o consumo desenfreado de matéria-prima. Para lidar com esse ônus, as nossas indústrias desenvolveram diversas ferramentas para desacelerar o problema. A logística reversa é um desses procedimentos que permite ao consumidor devolva à empresa o lixo gerado pelo produto que consumiu, desta forma, o fabricante com mais estrutura, pode dar um descarte mais seguro.

10 principais duvidas do covid em pediatria - Andreia Baldissera

Mãe com suspeita ou com COVID confirmado pode amamentar? Qual o melhor teste pra fazer? Eu (pai/mãe) estou positivo pra COVID, preciso fazer o teste no meu filho? Quando isso tudo vai acabar?

A memória de quem viveu a história - Antonio Carlos “Bolinha” Pereira

O resgate de fatos recentes de Santa Catarina é feito num livro maravilhoso que recebi: "Acaert 40 anos - a memória de quem viveu a história", escrito por Carlos Stegemann e publicado nos 40 anos de existência da Acaert, Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão.

Day Trade: uma perigosa ilusão

A operação financeira day trade virou febre entre milhares de brasileiros, mas ao contrário do que é prometido, os resultados são decepcionantes.Amplamente divulgada no YouTube como uma forma fácil e milagrosa de ganhar dinheiro, têm atraído o público especialmente para enfrentar a crise e tentar sobreviver diante da incerteza. Para as especialistas ouvidas na reportagem, a operação é arriscada e perigosa.

O último a sair apaga o app

Aplicativos para smartphones se tornaram uma febre. A onda vinha crescendo ao longo dos anos como o que havia de mais moderno em tecnologia e inovação para o consumidor e recebeu um impulso extra com a pandemia em 2020 (e sua sequência em 2021). Com os serviços fechados, muitos usuários aproveitaram o tempo em casa para fazer download de uma variedade de apps novos com diferentes objetivos. Quem trabalhou para valer mesmo foi a lixeira.