Um elogio para Morgana - Morgana Feijão

Elogio. Discurso em favor ou em louvou a alguém. Você já pensou no que poderia dizer sobre as pessoas que te cercam? E sobre as figuras que impulsionam a sua vivência. Quem pensou nisso foi a advogada e graduanda em Letras, Morgana de Melo Feijão de Nogueira Fernandes, que publicou o conto “três elogios” com a Êxito em 2020. Com um texto profundo e cheio de reflexões, os três elogios de Morgana dialogam com personalidades fundamentais para o cristianismo e falam, ainda, muito sobre nós mesmos.

O clima não é mais o mesmo

AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS DEVEM SER UM PROJETO DO PRESENTE O ano de 2020 foi atípico em muitos fatores. Nunca tínhamos visto tanta coisa mudar em um tempo tão curto e talvez tenha sido a mais rápida adaptação que já vivemos. Em meio à pandemia, nos adaptamos para fazer reuniões online, assistir aulas online, fazer provas online, ler livros digitais, fazer compras por apps, para evitar as saídas desnecessárias. Entretanto, lá fora das janelas, a vida continua seu curso. Dias ensolarados, chuvosos ou nublados independem do Coronavírus. Os movimentos da Terra e dos planetas também não dizem respeito à existência ou não de (mais) um vírus letal aqui dentro do Planeta Azul. E se os planetas ainda giram ao redor do Sol, também ainda existe noite e dia, incidência de radiação, frio e calor, estações do ano, secas e chuvas. E mais secas. E chuvas assustadoras.

A missão de registrar - Marilei Sebastiana Gomes dos Santos

Ela nasceu no dia do santo e como era tradição na época recebeu seu nome em homenagem. Marilei ganhou as bênçãos de São Sebastião, o santo protetor da fome, da peste e da guerra, e embora ela não tenha lutado em uma guerra armada travou uma verdadeira batalha para unir os acervos dos Cartórios do Distrito de Lourdes e de Rio das Pedras. Agora longe das escrituras, Marilei Sebastiana Gomes dos Santos está pronta para viver uma nova aventura.

Passei dos 60. O que será da minha carreira?

Há alguns anos a Êxito publicou uma matéria falando sobre pessoas que continuaram trabalhando, mesmo depois da aposentadoria. Eram pessoas incríveis, que viam o ato de ficar em casa, teoricamente sem ter o que fazer, como algo aterrorizante. O terror de olhar para uma casa vazia vem muito menos do ambiente — o problema é a ideia da perda de utilidade. E se sentir útil, no mundo atual, tem muito a ver com a autonomia e a produtividade.

Uma carreira que acelerou - Fábio Zardo

Do almoxarifado à empresa própria. Essa foi a jornada que Fábio Zardo enfrentou dos 14 anos em diante, quando começou a trabalhar na oficina da família e, posteriormente, criou a Fama Pneus, em Caçador. Depois de muitos cursos e experiências, o que Fábio descobriu é que o aprendizado nunca termina. Em entrevista à Êxito, o empresário dividiu detalhes sobre sua trajetória.


Editorial - De máscara no vento

Em todos os finais de ano ficamos saudosistas. Não adianta nem tentar se proteger, pois o impulso de olhar para trás e fazer um balanço, mesmo que singelo, é irrefreável. Em 2020, o que mais senti falta foi do vento no rosto. Entendo que senti falta do frescor suave do vento acariciando minha pele coberta pela máscara que invariavelmente esquenta. Além disso, tivemos um ano quente, com poucos dias de frio intenso, mesmo que já seja dezembro e ainda não tenhamos guardado completamente as blusas no armário.

Nem todo mundo lê livro de papel. Conheça os e-books

O livro nunca irá acabar. Ponto. É preciso frisar essa informação antes de prosseguir. Livro, a reunião de cadernos manuscritos ou impressos, costurados ou colados por uma das extremidades, cobertos por uma capa ou encadernados, sempre continuará existindo e ocupando espaço nas nossas estantes ou mesas de cabeceira. O que vai acontecer é a proposição de novos formatos. Isso é outro fato (tão importante quanto).

Espere o inesperado - Ricardo Balbino

Se escrever uma boa história já é desafiador, imagine criar novos cenários para situações ordinárias do cotidiano. O desafio assumido pelo Procurador Federal Ricardo Balbino é conquistar o leitor a partir daquilo que é inusitado, mas que poderia surgir nas situações normais. Com um conto publicado pela Êxito e outros trabalhos preparados para lançar em breve, Ricardo divide informações sobre sua trajetória de escrita, apresenta um novo texto para familiarizar o público com seus enredos e prova que nunca é tarde para começar.

Avalie sua empresa com o NPS

Seu cliente é um embaixador da sua marca? Esse é o sonho de toda empresa: ter aquela legião de clientes fieis, que se identificam com a sua marca em um nível pessoal, conhecem seus produtos e, mais importante, os defendem diante da concorrência. Diferente dos promotores, que são contratados, os embaixadores mantém a relação com a sua empresa em um nível muito mais pessoal do que profissional. Mas para chegar nesse nível é preciso traçar um caminho e ele começa com algo bem simples e que muita gente odeia: a pesquisa de satisfação.

Moda ou proteção? Tudo sobre as máscaras

No início não nos importamos muito com a beleza. Precisávamos usar máscaras para evitar a contaminação. Era apenas uma questão de tempo até que as customizações começassem e agora a máscara já é praticamente uma peça de roupa como qualquer outra: indispensável como um par de calças ou como um tubinho preto. Mas há uma boa distância entre a moda e a prevenção, e o uso correto das máscaras não pode ser prejudicado pelas tendências