Pagamento por Whatsapp


O Whatsapp liberou pagamentos pelo app em maio com a mediação do Facebook Pay. Apesar de contar com vários serviços de proteção (como PIN, tokenização de dados financeiros e biometria), ainda é possível cair em golpes.

O primeiro passo para não perder dinheiro é desconfiar. Sempre desconfie de promoções muito vantajosas e procure confirmar as ofertas no site oficial da empresa responsável pela oferta. Também é importante não repassar códigos enviados por SMS, pois estes dígitos, na realidade, liberam o acesso da sua conta do Whatsapp para terceiros que podem usá-la para aplicar outros golpes em seu nome, fazendo com que seus conhecidos acreditem na veracidade do contato e façam transferências financeiras.

Na hora de realizar suas transações, procure sempre conferir quem é o destinatário e desconfie sobretudo de contatos novos que tentam se passar por familiares. As famosas mensagens de “Oi mãe, troquei de número” ou pedidos de ajuda não são garantia alguma de que aquele contato é de fato um conhecido seu. Observe a forma de falar, a foto de perfil e peça alguma confirmação como uma selfie antes de seguir com a conversa e fazer qualquer transferência.

Se estiver em dúvida sobre alguma transação realizada pelo aplicativo, procure seu banco imediatamente. Todos os dados para que o dinheiro seja enviado precisam passar pelo sistema bancário: a transferência é operada pela Cielo e só pode ser realizada com cartões de débito ou pré-pago.


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS