Vamos falar sobre relacionamentos


 

Peça a um pisciano para fazer amigos em uma sala repleta de pessoas e veja o desespero estampar seus olhos. Peça para um leonino não ser o centro das atenções em ambiente e falhe miseravelmente. Eu sei e você sabe que esse lance de astrologia nem sempre dá certo e pode não ser a real explicação para as falhas na construção de network no mundo dos negócios. Mas você já se perguntou como é possível desenvolver as habilidades de relacionamento?

Eu já. Como pisciana assumida e assumidamente como alguém que vive no mundo da lua, essa que vos escreve pode falar abertamente sobre como pode ser difícil criar relacionamentos em um local onde não se conhece ninguém. Para além dos signos, as personalidades moldam pessoas mais ou menos introvertidas e é nessas horas que o autoconhecimento faz toda a diferença. Autoconhecimento e uma dose extra de clareza de objetivos.

Em primeiro lugar é preciso reconhecer que o networking diz muito mais sobre qualidade do que quantidade. Essa máxima fica ainda mais clara com as redes sociais. Páginas com muito seguidores podem não atingir o público esperado se não houver envolvimento nas publicações. Criar, fomentar e gerenciar uma boa rede de contatos profissionais não exige, necessariamente, aumentar o número de contatos, mas fortalecer as interações e as trocas cultivando conexões genuínas.

Com objetivos claros, até mesmo a pessoa mais tímida será capaz de vestir a máscara do negócio e se aproximar das pessoas certas para alavancar sua carreira e seu negócio. Mas não se engane com as palavras. Colocar a máscara não significa fugir da sinceridade e autenticidade, qualidade que mais influenciam na hora de gerar e manter contatos, bem como aproximar de pessoas que tenham os mesmos objetivos e interesses que os seus.

Outro ponto fundamental é se livrar das bolhas. Relacione-se com pessoas que te tirem da zona de conforto, pois são estas que poderão complementar e agregar sua trajetória, abrindo espaços novos (por vezes ignorados) para aprendizados e melhorias. Ao buscar o aprendizado contínuo, você amplia seu repertório de conteúdos e consegue se sair melhor em grupos distintos, aumentando sua presença e relevância fora das redes.

Mais do que ampliar, é importante manter sua rede de contatos ativa. Se quem não é visto não é lembrado, desaparecer das redes sócias abre espaço para que outras empresas e profissionais apareçam no vácuo que você deixou. Priorize conteúdos relevantes para o seu público-alvo e oriente suas publicações para gerar conexão com ele. Igualmente não deixe de marcar presença nas mídias impressas locais e de frequentar locais propícios para networking. Em resumo, saia da toca! Participe de algum projeto voluntário, vista a camisa de alguma causa alinhada com seus valores e apareça.

Aprender sempre e ver a oportunidades de networking como uma forma de crescimento são dicas valiosas para pessoas de todos os signos e crenças. Faça da sua rede de relacionamentos uma rede ainda mais próspera e deixe-a crescer. Você só tem a ganhar!

 


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS