O sono dos sonhos


urante o dia controlamos todas as nossas emoções e ações. Falamos, comemos, andamos, pensamos e tudo isso demanda muita energia do nosso corpo e mente. E para reparar nosso corpo do cansaço diário que todas essas ações demandam, o sono é o momento chave que temos de repousar. Geralmente ao dormirmos fazemos intervalos diários de aproximadamente seis/sete horas de duração. Quando o cansaço mental é grande, as concentrações de cortisona diminuem e as de melatonina aumentam, provocando a vontade de dormir. Ao pegarmos no sono entramos em um processo de relaxamento profundo, nossa respiração fica mais profunda, o ritmo cardíaco diminui, assim como a temperatura corporal e é possível executar todas as funções fundamentais de reparação que o nosso corpo exige, ou seja organizamos as informações que captamos ao longo do dia, realizamos uma desintoxicação de sentimentos e de substância prejudiciais ao organismo, produzimos hormônios e reparamos danos celulares. Esse é o momento que o corpo tem de cuidar dele mesmo, sem ser orientado por nossa consciência, afinal não somos nós que estamos no comando e sim nosso sistema neuronal.

Cerca de meia hora após termos pego no sono, entramos em uma fase chamada de sono delta que é fase em que os hormônios de crescimento são ativados, sua produção ocorre de forma predominante durante o sono e além de propiciar o crescimento, auxilia na disposição e vigor físico e previne a flacidez muscular e doenças como a osteoporose. É por isso que médicos especialistas são tão enfáticos quando cobram dos pais que estejam atentos ao período de sono dos filhos (se dormem bem, se dormem a quantidade recomendada de horas para cada fase da infância e adolescência), porque o sono está diretamente ligado a produção dos hormônios do crescimento, o que pode interferir no desenvolvimento da criança. Esses cuidados com a qualidade e quantidade de horas de sono também devem ser tomados por idosos para que seu corpo não seja acometido por doenças.

No momento do sono delta o nosso organismo começa a se reorganizar para uma nova jornada de atividades. Assim liberamos o cortisol  permitindo que entramos na fase de sono profundo, o sono REM. Essa fase é considerada a mais importante no período de repouso, pois é responsável por aproximadamente 20% das horas dormidas. Nessa fase nossos olhos se movimentam com rapidez, o relaxamento muscular atinge pico máximo, a temperatura e as frequências respiratórias e do coração aumentam de novo. O cerebelo e as regiões frontais do cérebro desempenham ativamente suas atividades, renovando assim a coordenação motora e a capacidade de planejar e executar tarefas. É durante esse momento do sono, que sonhamos e o que aprendemos e absorvemos durante o dia é processado e armazenado, dessa forma nosso humor, criatividade, atenção, memória e equilíbrio estão diretamente ligados a essa fase.

Agora pare e reflita, eu tenho dormido bem? E isso não fala apenas sobre a quantidade de horas que você dorme (lembrando que as horas de sono devem variar entre 7 e 9 horas por dia, sendo 8 horas a média considerada mais saudável e mais conhecida e divulgada), mas sobre a qualidade do seu sono, ou seja se você consegue dormir continuamente e sem nenhuma interrupção, para que dessa forma a profundidade restauradora do organismo seja alcançada.

Por conta das rotinas agitadas e do acúmulo de tarefas, estamos dormindo cada vez menos por falta de tempo e por conta das preocupações, que geram noites em claro. Pesquisas apontam que cerca de 45% da população mundial sofre com distúrbios do sono, o que dificulta a recuperação do organismo e o priva de benefícios, afinal o sono é vital e a qualidade das horas de descanso também. A falta de sono pode causar alguns problemas, como:

Falta de atenção, haja visto que existem muito mais chances de sofrer um acidente quando a pessoa está com sono; menos concentração, memória e capacidade de aprendizagem; queda nos rendimentos físicos, pois fica muito mais difícil manter o corpo em forma, levando em conta a falta de disposição para praticar exercícios; má alimentação e aumento do apetite, quem dorme mal acaba comendo mal e o cansaço estimula a falta de controle e a compulsão alimentar;  propensão a obesidade e diabetes; cansaço; falta de disposição; transtornos físicos e comportamentais; diminui a produção de insulina e aumenta a do cortisol; depressão; ansiedade.

É importante que para ter uma boa noite de sono e um sono tranquilo, alguns cuidados sejam tomados, para garantir a qualidade do sono reparador:

Preze pelo silêncio: nossa audição é aguçada e é um sentido que não desliga nunca, estamos sempre ouvindo o que está a nossa volta, até quando não queremos. Dessa forma, dormir com algum som ligado pode acabar com a possibilidade do corpo produzir todos os hormônios que necessita e pode prejudicar várias substâncias que são produzidas durante o sono.

Apague as luzes: nosso corpo reconhece o dia e a noite através dos estímulos de luz, pois nossas células são fotossensíveis. Uma luz ligada no quarto, uma janela ou porta aberta que dê para algum lugar iluminado e aparelhos eletrônicos com luzes brilhantes, são maus hábito, porque atrapalham a sensibilidade celular e confundem nosso corpo. Dormir exposto a luz causa alterações importantes no nível cerebral e o corpo deixa de efetuar funções regulatórias.

Cuidado com a poluição eletromagnética: Não deixe roteadores e aparelhos eletrônicos ligados a tomada dentro do cômodo onde dorme e não fique com seu celular ligado próximo de você. Não deixe seu celular carregando ao lado da sua cama e nem ligado embaixo do travesseiro ou perto da sua cabeça, pois as ondas eletromagnéticas emitidas pelos aparelhos ligados a tomada interferem diretamente nas ondas cerebrais e cardíacas.

Posicione-se na cama confortavelmente: A posição que você deita na cama pode influenciar na qualidade do sono, busque colocar a cabeceira da cama voltada para o lado sul e os pés para o lado norte. Essa posição é mais energética para o corpo na hora de dormir. A posição facilita a circulação sanguínea por forças positivas gravitacionais e pela rotação do globo terrestre.

Avalie essas informações e passe a tomar cuidado com a qualidade do seu sono. Não o negligencie, pois ele poder ser um grande aliado na prevenção de doenças e desenvolvimento do corpo e mente.


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS