Por que investir nos alimentos sazonais?


Sazonalidade se refere ao que é temporário, ou seja, que é típico de determinada época ou estação. Quando cultivado em seu período natural, o alimento capta melhor os nutrientes do solo e não precisa de tanta intervenção química e humana. A maior oferta do produto no mercado também barateia seu preço final. Além de fazer bem para sua saúde e para o planeta, faz bem para o seu bolso. 

 

Viver em um país tropical tem muitas vantagens e uma das principais é a variedade de alimentos que se adaptam ao nosso clima, o que possibilita uma gama de opções para um cardápio bem diverso. Frutas, legumes e verduras são ricos em minerais, vitaminas e fibras e devem estar presentes todos os dias nas refeições, contribuindo, assim, para uma boa saúde.

 

Como temos alimentos frescos o ano todo e compramos qualquer produto em qualquer época, acabamos nos esquecendo que frutas, verduras e legumes têm sua maior produção em períodos diferentes do ano. Pouco se pensa sobre a sazonalidade quando montamos nossa lista de compras. E embora novas tecnologias no campo permitam a produção de diversos alimentos mesmo em situações adversas, os custos com a produção fora de época são mais altos, o que torna o preço final menos acessível. Por isso, guiar suas compras levando em consideração os produtos da temporada pode ser uma vantagem.

 

Além de terem menos interferência humana e darem menos prejuízos para os produtores, esses alimentos têm menos interferência química, menos agrotóxicos, fertilizantes e pesticidas. E possuem uma maior densidade nutricional: elevada quantidade de nutrientes em relação ao seu valor energético, promovem a maior ingestão de fibras, ácidos e outros nutrientes essenciais e com menos calorias. Por respeitarem a época de cultivo e colheita apresentam uma alta concentração de vitaminas e minerais.

 

Informe-se sobre os produtos que dominam as estações e faça escolhas mais agradáveis para o seu bolso e o seu paladar.

Primavera - abóbora, abobrinha, alcachofra, berinjela, beterraba, cenoura, chuchu, couve-flor, ervilha, mandioquinha, nabo, vagem, alface, almeirão, chicória (escarola), repolho, banana, caju, laranja, melão, morango e pêssego.

Verão - agrião, alcachofra, alho, berinjela, cenoura, chicória (escarola), chuchu, jiló, mandioca, milho verde, nabo, pimentão, quiabo, rabanete, repolho, abacaxi, abacate, ameixa, banana, caju, coco, figo, goiaba, jaca, laranja, limão, maçã, manga, maracujá, melancia, melão, pera e uva.

Outono - abobrinha, acelga, alface, almeirão, agrião, couve chinesa, repolho, rúcula, batata-doce, berinjela, brócolis, chuchu, jiló, inhame, mandioca, nabo, pimentão, quiabo, rabanete, tomate, vagem, repolho, abacate, banana prata, caqui, goiaba, jaca, laranja, limão, maçã, maracujá, melancia, pera, tangerina e uva.

Inverno - batata doce, berinjela, brócolis, cará, cenoura, couve-flor, ervilha, inhame, mandioca, mandioquinha, nabo, acelga, alface, chicória (escarola), couve, espinafre, mostarda, repolho, banana, laranja, limão, mamão, melão, morango, pera, pinhão e tangerina.

 

Thais Eloy

thais.eloy@gmail.com


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS