Metamorfases: Mudanças em forma de poemas - Marilene Golin Bee


As letras acompanharam a vida de Marilene Golin Bee, uma mulher apaixonada pela língua portuguesa e pela existência, e que depois de ver diversos alunos formados em Pinheiro Preto, pode saborear o prazer de ter seu primeiro livro publicado. A autora, cujos versos traduzem a alegria da vida e a superação dos desafios, apresenta ao público uma obra leve e repleta de otimismo com lançamento previsto para a I Bienal do Livro de Videira, em novembro.

Como você começou a escrever?

Escrevo poemas desde minha adolescência. Naquela época, sobre temas românticos, depois, como professora fui elaborando a forma de escrever, variando mais os assuntos, utilizando inclusive rimas, as quais hoje são mais frequentes. Contudo, sempre priorizei textos mais atraentes, que despertassem o interesse das pessoas para ler, que as cativasse. Também escrevi vários outros que podem servir de apoio, um suporte, um despertar para a vida, para a realidade. 

Escrever versos é como tecer uma colcha de retalhos. É preciso ter muita atenção para trabalhar as palavras, combiná-las porque há muito sentimento envolvido. E o que você sente, você escreve. A razão ajuda a elaborar tais ideias.

 

Por que publicar um livro?

A paixão pelos livros, pela leitura, é parte de mim. Assim fui escrevendo e colecionando. Com a publicação de poemas nos livros do “Projeto Poetas Rumo ao Novo Milênio”, surgiu o sonho de ter meu próprio livro. 

Desde 2010 escrevo mais intensamente, sempre primando por uma leitura leve, escrita com a alma e o coração, para trazer ao leitor algo diferente no gênero, motivador, que pudesse servir também de estímulo no caminhar. Meus versos precisam tocar a alma, trazer alegria, incentivar… mas também tocar a razão, é o agir para fazer e obter a diferença. Não pode ser uma leitura cansativa, precisa ter linguagem acessível, que envolva o leitor para que sinta necessidade de ir até o fim, até o último poema. Hoje escrever se tornou uma terapia. Escrevo porque minha essência, hoje exige, é uma forma também de dividir aprendizados adquiridos com a vida. É muito gratificante ler, ver cada poesia ou poema pronto.

 

O que veremos em Metamorfases?

Alguns poemas que retratam fases da minha vida, outros são inspirados em pessoas que por alguma razão marcaram e motivaram a escrita.Também compõem a obra textos que traduzem uma forma otimista, realista de viver.

Procurei variar bastante nos temas visando proporcionar uma leitura mais leve e envolvente. Inclusive coloquei algumas ilustrações complementando os poemas, tornando-os mais significativos.

 

Por que Metamorfases?

O título Metamorfases foi escolhido por abranger as fases e as transformações ocorridas na minha vida até hoje. Sempre com persistência, avançando de forma otimista, superando obstáculos, então fui adquirindo inúmeros aprendizados, os quais permitiram uma enorme evolução pessoal. Também porque abrange a mudança na forma de escrever os poemas, que com o passar do tempo foi sendo aprimorada, modificada. Creio que hoje escrevo mais objetivamente... É uma nova fase!           

Foi a partir do último poema de Metamorfases que senti necessidade de escrever um livro infantil, que certamente vai tocar o coração das pessoas.

 

Compre o seu Metamorfases - https://is.gd/MarileneGolinBee

 

 


Matérias Relacionadas
COMENTÁRIOS